RSS

Windows 8: O que ha de novo?

15 set

Mudanças na arquitetura e interface são resposta às
"novas dimensões" do touch e da mobilidade.

Isto é o Windows 8

Agora já sabemos. O presidente para o Windows da Microsoft, Steven Sinofsky, revelou ontem (13/9), na conferência de desenvolvedores Build, na Califórnia (EUA), um Windows “reimaginado”, que traz uma interface bem diferente, baseada em blocos, chamada Metro que foi baseada no Windows Phone e é feita para operação por toque; roda em processadores ARM e também em chips Intel x86 que também vai funcionar em PCs tradicionais com teclado e mouse e que vai rodar qualquer coisa que roda hoje no Windows 7.
A nova versão, chamada Windows 8, está agora na versão Developer Preview, sem data de lançamento (ainda).

Touch-centric
"É uma evolução. Tudo o que já era bom no Windows 7, ficará melhor no Windows 8", afirmou Sinofsky. Durante a apresentação, o executivo usou um netbook da Lenovo que já havia sido utilizado há 3 anos na apresentação do Windows 7.
Sinofsky disse que a Microsoft redesenhou o Windows porque “as coisas são muito diferentes agora do que há três anos… O Touch é toda uma nova dimensão. Mobilidade é toda uma nova dimensão. Nós queremos que o Windows responda a isso.” Ele também disse que o Windows 8 usa apenas 281 MB de RAM, menos que os 404 MB de RAM do Windows 7, e que todos os novos recursos são nativos do núcleo do sistema e não colocados por cima dele.

Isso deverá facilitar o desenvolvimento e ajudar na performance, disse. A Microsoft tem dito que o Windows 8 não funcionará em smartphones, que deverão usar o Windows Phone 7.

Diferentemente do Windows 7, o Windows 8 é projetado para PCs com telas touch, em que os usuários fazem gestos com os dedos em monitores verticais um contraste com a estratégia da Apple de restringir os gestos a toques em superfícies horizontais, como um touchpad. (PCs sem tela touch usarão aparelhos tradicionais como apontadores.) Ele também vai rodar em tablets no estilo do iPad.

Tela inicial
Se a principal mudança no novo Windows está na interface gráfica, a tela inicial é o que mais chama a atenção. Baseada na chamada "MetroUI", criada originalmente para o tocador de MP3 Zune mas que já foi integrada aos telefones com Windows Phone 7 e ao videogame Xbox, a tela utiliza "blocos" para representar programas e funções do sistema operacional.

Michael Angiulo, VP da Microsoft, mostra linha de aparelhos com novo Windows 8

"A tela inicial representa um ponto central para a abertura de programas e para acessar os que já estão funcionando", afirmou Sinofsky. Dentro dos aplicativos, o usuário pode acessar uma barra de tarefas no canto inferior e outra no canto direito é preciso deslizar o dedo sobre a tela para acessa-las. A do canto direito permite a interação entre aplicativos e o acesso a funções do próprio Windows.

Esta é a área de trabalho do novo Windows 8, que utiliza a chamada interface de usuário 'MetroUI', herdada do Zune e atualmente utilizada nos telefones celulares com Windows Phone 7 
Entre as novidades do novo sistema também está uma redução no número de notificações que o usuário recebe do Windows. "Não teremos pop-ups ou relógios em contagem regressiva para fazer as atualizações. Haverá apenas um pequeno aviso na tela de login do usuário", disse Steven Sinofsky.

Usando um gesto multitoque, um usuário pode dar zoom out para ver todos os grupos, ou zoom in para ver uma certa seleção. Harris chamou o processo de “zoom semântico”.
Como os blocos, os grupos também podem ser movidos.

O Windows 8 adota vários recursos que como os apps de tela cheia, a busca dentro do sistema e a verificação ortográfica nativa. A Microsoft também trabalha em uma versão do Internet Explorer alinhada com o HTML5.

Para desenvolvedores, a Microsoft apresentou sua novas APIs WinRT. Com elas, você poderá usar a língua de sua escolha em vez de sofrer com as restrições de tradução da IDE.
Uma ferramenta de interface de usuário baseada em um padrão de grade HTML5 ajuda os desenvolvedores a projetar suas aplicações visualmente para trabalhar com várias telas e orientações. A Microsoft também vai lançar uma loja de apps e ela deixará o consumidor testar o software antes de comprá-lo.

Audacioso
O Windows 8 é uma “reimaginação audaciosa” do Windows, disse Steven Sinofsky, presidente da divisão Windows. A experiência do usuário do Windows 8 será fundamentalmente diferente da oferecida por versões anteriores. Os usuários não terão mais que enxergar a tela como uma mesa de  trabalho (dekstop). Nem terão de procurar menus no topo de caixas de aplicativos.

Apps de precisão
A apresentação como desktop permanece parte do Windows, mas apenas para o que Sinofsky chamou de “apps de precisão”, ou aqueles que podem ser melhor operados por meio dos comandos precisos do mouse. A interface de desktop torna-se assim “apenas outra aplicação”.

Apps tradicionais de desktop, contudo, não serão capazes de rodar em máquinas baseadas em chips ARM Sinofsky deixou isso claro durante uma sessão de perguntas e respostas.
Como essas aplicações não serão capazes de aproveitar os recursos avançados do ARM, como a capacidade de ajustar o status de energia quando não é utilizado, faria pouco sentido fornecer um jeito de rodar tais aplicações em processadores ARM, disse.

Apps baseados na interface Metro, contudo, poderão rodar tanto em máquinas x86 como ARM. A Metro abstrai as duas plataformas de hardware em um conjunto de chamadas de sistema.
Para construir apps Metro, os desenvolvedores podem usar tanto o framework XAML ou um conjunto de padrões da web, incluindo HTML5, JavaScript e CSS.

Apps do Windows 8 e o teclado Virtual
Teclado virtual no Windows 8

Os apps em si serão “imersivos”, quer dizer, eles poderão tomar toda a tela, disse Harris.
O quadro cromado tradicional das aplicações foi eliminado, acrescentou. Um usuário poderá passar o dedo de cima a baixo da tela para ter uma lista dos comandos da aplicação na parte de baixo da tela.

Charms
Os usuários também serão capazes de acessar um conjunto de utilitários comuns disponíveis para apps Metro, bastando correr o dedo para a esquerda. Esta ação vai produzir uma faixa no lado direito, com vários ícones, o que Harris chamou de “Charms”.
Os Charms cobrem atividades comuns em todas as aplicações, como compartilhar, buscar ou interagir com outros dispositivos, como impressoras. A Microsoft fornece uma interface para desenvolvedores Metro terem suas aplicações interagindo com esses utilitários.

Por exemplo, com o charm “Sharing”, Harris mostrou como compartilhar uma página web com um amigo por meio de um site de redes sociais como o Facebook. Com o dedo, o usuário ativa o charm Sharing, que fornece uma lista de aplicações pelas quais o conteúdo pode ser compartilhado. Cada aplicação tem um conjunto de exigências para receber os dados compartilhados, chamado contrato, que permite que outras aplicações forneçam dados.

Apesar de sua interface imersiva, o Windows 8 vai oferecer a capacidade de rodar várias aplicações ao mesmo tempo. As aplicações podem ser movidas para uma barra lateral e chamadas quando necessário. Esta versão do Windows vai oferecer a capacidade de colocar os apps em “estado suspenso”, que salva seu estado e o impede de fazer outras chamadas ao sistema operacional, o que vai colaborar para reduzir o consumo de energia.

A Microsoft demonstrou vários outros recursos. Quando o usuário inicia seu aparelho, a tela de abertura vai mostrar a hora e a data atuais e algumas informações pessoais, como o número de novos e-mails, os próximos compromissos da agenda e assim por diante.

Windows 8 - Start

A verificação do usuário poderá ser feita por várias formas via senha tradicional, por um número de identificação pessoal ou por foto. Com uma senha por foto, um usuário será apresentado a uma imagem familiar, como a do marido ou da esposa, e é solicitado a desenhar linhas imaginárias entre diferentes partes da foto com o dedo, tal como uma atividade de ligue-os-pontos.
O acesso será liberado se o usuário reproduzir a sequência correta de movimentos.

Nuvem
A nuvem também tem um papel fundamental no Windows 8. O vice-presidente da Microsoft, Chris Jones, demonstrou alguns dos modos como o Windows 8 pode ser usado em conjunto com os serviços Live e SkyDrive.

O Windows 8 será capaz de unificar os dados da nuvem de diferentes fontes. O cliente de
e-mail pode gerenciar mensagens de múltiplos clientes, e a aplicação de calendário pode reunir várias agendas em uma única visualização. A lista de contatos pode combinar contatos de múltiplos serviços. O cliente de mensagens instantâneas pode combinar vários serviços também.

O SkyDrive vai fornecer um modo de sincronizar informação entre vários dispositivos.
Fotos, por exemplo, podem ser atualizadas automaticamente de um celular ou câmera digital e compartilhada com outros. Os usuários podem até usar o SkyDrive para acessar dados em um computador remoto.

Tablet para Windows 8

A empresa mostrou ainda o primeiro tablet com o novo sistema, fabricado pela Samsung e batizado de Samsung Windows Developer PC. O aparelho, que inicialmente não será vendido para consumidores, foi distribuído para desenvolvedores presentes na conferência.

Na apresentação do novo sistema operacional, feita pelo presidente da divisão de Windows da Microsoft, Steven Sinofsky, a companhia anunciou que a nova versão não marca uma ruptura em relação ao Windows 7, e que programas criados para o sistema atual serão compatíveis com o Windows 8.

"O Windows 7 já estava habilitado para telas sensíveis ao toque, mas nós melhoramos muito no Windows 8. Uma vez que você usa um equipamento com tela sensível ao toque com Windows 8, você vai querer tocar em qualquer equipamento".

"Mas haverá um momento em que você pode precisar de um mouse ou um teclado, e o Windows 8 poderá funcionar da maneira tradicional também. É você quem deve escolher a maneira de interagir com o programa", afirmou Sinofsky.

Para os desenvolvedores, o Windows 8 parece trazer mais opções de criação na comparação com um de seus novos concorrentes, o iPad. "O Windows 8 deixa você escolher a linguagem que quer usar para construir seu aplicativo", disse Sinofsky.

Demonstração de 'boot' de PC em menos de 10 segundos

Uma mudança relevante para desenvolvedores é a forma de disponibilizar programas para usuários. Agora, será possível comprar ou baixar gratuitamente aplicativos de uma loja digital gerenciada pela Microsoft, como a famosa "App Store" da Apple ou o Android Market, do sistema operacional do Google para celulares e tablets.

"Queremos manter vivo o ecossistema que já existe em torno do Windows, mas vamos oferecer também esta nova opção para desenvolvedores", disse Sinofsky. A loja de aplicativos também funcionará no esquema de "blocos", por meio dos quais o usuário poderá navegar e escolher seus programas.

Gerenciador de tarefas ganha cara nova

Tablet ou PC?
Durante o evento, a Microsoft apresentou ainda o primeiro tablet compatível com o sistema operacional. Batizado de Samsung Windows Developer PC, o aparelho foi distribuído para os desenvolvedores presentes na conferência.

O aparelho, apesar do formato tablet, tem características de um computador tradicional.
O sistema conta com uma versão compacta do processador Core i5 da Intel, 4 GB memória RAM, 64 GB para armazenamento e entrada para teclado, mouse e monitor.
A tela sensível ao toque tem resolução de 1.366 x 768 pixels.

Anúncios
 

Tags: , , , , ,

2 Respostas para “Windows 8: O que ha de novo?

  1. Kayo

    28/09/2011 at 21:15

    tem como eu deixar o teclado virtual como o que aparece na imagem no meu notebook?

     
    • Blogando Microsoft

      29/09/2011 at 18:30

      Tem sim!
      Tem uma opção para deixar o teclado virtual, ainda estou me acostumando a mexer no Windows 8, mas logo logo já postarei como fazer isso!

      Abraços

       

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: