RSS

O maior detentor de Certificações Microsoft do Mundo

03 jan

Entrevistamos o maior detentor de certificaçõesDalton Gerth: 98 certificações obtidas ao longo de 15 anos

As certificações são cada vez mais valorizadas pelo mercado, sendo consideradas por muita gente como fator importante para sucesso na carreira de TI.

Diante desse cenário, resolvemos entrevistar um especialista no assunto. É o caso de Dalton Gerth, gerente técnico de cursos do Sindpd (Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo) e detentor do maior número de certificações profissionais da Microsoft no mundo.

Brasileiro, 39 anos, formado em Física pela USP, pós-graduado em Tecnologia de Informação e eleito por duas vezes pela Microsoft o melhor instrutor MCT (Microsoft Certified Trainer) do mundo, Gerth obteve nada mais nada menos do que 98 certificações ao longo de 15 anos.

Em virtude desse número incomum de certificações, vivi muitas situações divertidas e constrangedoras. Tive contato com pessoas que me apoiaram e também com outras que tiveram inveja”, diz.

Confira, a seguir, a entrevista completa com o especialista.

Qual a importância da certificação para o profissional de TI?

Dalton Gerth – Com a certificação, o profissional comprova que está habilitado e capacitado a utilizar um determinado produto para planejar, administrar, desenvolver ou mesmo solucionar problemas em uma ou mais tecnologias, com o máximo de eficiência e menores custos.

A certificação, além de atestar que o profissional conhece uma determinada ferramenta, também é uma forma de complementar a formação do profissional de TI e colocá-lo à disposição do mercado de trabalho.

É cada vez maior o número de profissionais de TI bem-sucedidos que não fizeram faculdade ou até que cursaram graduações em outras áreas.

Dalton Gerth – A graduação prepara e insere o aluno no universo da tecnologia da informação, mas não o capacita para o mercado de trabalho.

Essa função compete às escolas técnicas onde custo e tempo são menores.

No caso da graduação, o aluno é capacitado para uma determinada área do conhecimento.
Já a certificação consiste no estudo sistemático e específico tendo como objetivo a habilitação numa ferramenta.

O mercado para o profissional sem a formação tradicional de TI, que possui certificações e outros cursos, é tão ou mais promissor do que aquele que segue a carreira universitária convencional em TI?

Dalton Gerth – O grande problema da área de TI é a falta de regulamentação da profissão.  Você conhece algum advogado que exerce a profissão sem ter feito o curso de direito ou sem ter passado no exame da OAB?  Ou mesmo um  médico que não fez medicina?  Ou ainda, um engenheiro que não fez engenharia? É claro que não, mas como a área da tecnologia da informação é carente de regulamentação no mundo inteiro, é comum encontrar pessoas de outras áreas (em especial da área de exatas) exercendo, principalmente, a função de desenvolvedor de sistemas.

Há muito mais vagas para profissionais de TI do que para engenheiros.  Em cursos de pós-graduação na área de TI, mais da metade da classe é de profissionais que não são da área.

Em sua opinião, quais são as certificações mais importantes para a carreira do profissional de TI?

Dalton Gerth – As certificações mais cobiçadas são aquelas que poucos possuem.  Lógico, quanto menos pessoas tiverem determinada certificação, mas valiosa ela será.

A Microsoft, por exemplo, possui a certificação Máster, em que o aluno passa por um rigoroso teste e, se aprovado no programa, paga a quantia de US$ 18.500 (mais de 31 mil reais) para os custos das sessões, treinamento e provas que são oferecidos e aplicados na cidade de Redmond nos Estados Unidos.

Outro exemplo é o Certified Information Systems Security Professioinal (CISSP), que é um certificado internacional emitido pela Internacional Information Systems Security Certification Concortiun (ISC).

Dados de 2009 informam que o Brasil possui pouco mais de 200 profissionais certificados.

Quais certificações você recomendaria para o início de carreira?

Dalton Gerth – Infraestrutura e desenvolvimento são duas vertentes principais para quem está iniciando na carreira de certificações. Para quem deseja trabalhar com infraestrutura, as primeiras certificações são totalmente baseadas no produto Windows Server 2008 ou Open Source.

Em desenvolvimento, o correto é partir para as certificações focadas em linguagens como C# ou o VB.Net, Java ou ABAP/4.

E quais delas você avalia como menos urgentes para essa fase inicial do profissional?

Dalton Gerth – Os cursos de Project e de Project Server da Microsoft só são interessantes quando acompanhados de um curso voltado para a Certificação do PMI (Project Management Institute) ou algo similar.

Gostaria que explicasse as principais diferenças entre as certificações.

Dalton Gerth – No mundo Microsoft há quatro grandes grupos: Infraestrutura, Desenvolvimento, Banco de dados e Gerenciamento de Projetos.

Em Infraestrutura, os profissionais trabalham com suporte, sejam eles ligados a Sistemas Operacionais para desktop (Windows 7, XP e Vista) ou servidores (Windows Server 2003/2008), ou ainda com servidores com serviços específicos como Mensageria (Exchange), banco de dados (SQL Server) ou ainda Firewall (ForeFront TMG).

Já em Desenvolvimento, os programadores ou analista-desenvolvedores trabalham basicamente com ferramentas voltadas para o .Net Framework, em suas linguagens Visual Basic .Net ou C#, sejam em ambientes Windows, Web ou para dispositivos móveis.

O profissional que trabalha na área de banco de dados pode se especializar em Infraestrutura ou Desenvolvimento.

Ou seja, poderá ser um desenvolvedor em banco de dados (utilizando as melhores formas de selecionar, inserir, atualizar ou excluir registros), ou então voltadas mais para a administração (segurança, permissões e implantações) de servidores, banco de dados e tabelas.

Gerenciamento de Projetos é um curso voltado para quem já possui um bom conhecimento na rotina das melhores práticas de um Projeto.  Estes cursos não se destinam basicamente a iniciantes na área, mas a quem já possui um bom conhecimento prático da mesma.

Além da certificação e mesmo de curso superior, o que mais você recomenda em termos de qualificação para o profissional de TI?

Dalton Gerth – Muitos profissionais que conheço não possuem sequer a graduação. Outros, além de não possuírem graduação, também não são certificados.  E, mesmo assim, são profissionais que trabalham em tecnologia da informação.

Porém, o mais aconselhável é se capacitar porque o mercado está cada vez mais exigente. Além da graduação e das certificações, o inglês também é fundamental na área de TI, já que praticamente tudo é desenvolvido nessa língua.

Então, é imprescindível fluência em inglês para ter sucesso na carreira?

Dalton Gerth – Muitas empresas exigem fluência em inglês, mas nem todos os profissionais de TI utilizam o idioma no dia-a-dia. Muitos possuem um inglês técnico.

No caso do candidato que trabalha exclusivamente com suporte para outros países, é obrigatória, sim, a fluência no idioma. Inclusive, algumas empresas deixam bem claro quando esse requisito é obrigatório e informam os candidatos que as entrevistas serão realizadas em inglês.

Mas, para quem for um desenvolvedor ou trabalhar exclusivamente com suporte local para servidores de uma empresa, convenhamos que não é obrigatória a fluência em inglês. 
Porém, eu como professor universitário, me irrito muito quando algum aluno fala “manêijer” (manager) ou “ênjáine”(engine) em vez da pronúncia correta.

Capacidade de comunicação é um fator importante para o sucesso profissional em TI?

Dalton Gerth – Faço questão de corrigir erros de português nas provas dissertativas dos meus alunos

Também enfatizo a importância de ser desinibido ao falar em público.  De nada adianta ser ótimo profissionalmente, mas não conseguir fazer o seu marketing-pessoal e se comunicar.

Alguém contrataria um profissional, que comete erros crassos  de português?
Ou quem fala "pobrema"?  Sempre tento passar este tipo de informação para os alunos.

Como você se sente sendo o profissional com o maior número de certificações da Microsoft no mundo?

Dalton Gerth – Em virtude desse número incomum de certificações [98], vivi muitas situações divertidas e constrangedoras. Tive contato com pessoas que me apoiaram e também com outras que tiveram inveja.

A verdade é que eu gosto do que faço e me dedico o máximo possível. É muito prazeroso passar conhecimento e experiência para outras pessoas. Fiquei muito contente quando o Sindpd me contratou para administrar a área técnica dos cursos que o sindicato oferece aos profissionais de TI.

Para os profissionais que ingressam no mercado, acha necessário que obtenham tantas certificações, como no seu caso, ou acha que eles devem ser mais seletivos, digamos?

Dalton Gerth – Existem poucos profissionais que possuem o conhecimento teórico e prático (hands on) de questões tão díspares na tecnologia a informação. Hoje em dia é difícil você encontrar alguém que tenha um perfil voltado tanto para infraestrutura quanto para desenvolvimento, banco de dados, gerenciamento de projetos e redes/roteamento.

Se alguém deseja ser desenvolvedor, o melhor é utilizar todos os recursos de uma determinada linguagem para depois se aventurar em outra área.

Fonte: INFO Online

Gostou! Comenta ae!

Abraços

Fabio dos Santos Oliveira
Líder dos Grupos MSInfraES e InfraBrasil
Moderador dos Fóruns Microsoft ( MSDN e Technet )
Colunista dos Blogs ( WinBrasil, Profissionais TI e TI Especialistas )

Anúncios
 
5 Comentários

Publicado por em 03/01/2011 em Certificação

 

Tags:

5 Respostas para “O maior detentor de Certificações Microsoft do Mundo

  1. Aluno Anhanguera

    22/03/2012 at 12:02

    Fui aluno do Sr DALTON JOSÉ GERTH no curso de Ciências da Computação no Centro Universitário Anhanguera, onde ele lecionava várias materias ,entre elas, Object-Oriented Programming (3o e 4o semestres) e Sistemas Operacionais (5o semestre). Sei que DALTON JOSÉ GERTH também era professor da turma de TADS – Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, lecionando a matéria Teoria da Computação (5o semestre).
    Dalton sempre se mostrou muito orgulhoso de sua formação acadêmica, fazendo questão de esclarecer que era “Prof. MsC”, sigla que significa “Professor Master of Science”, que se atribui às pessoas que concluem um mestrado. Frequentemente postava em sites, blogs e entrevistas a revistas, situações pelas quais havia passado quando cursou Física na Universidade de São Paulo (por favor faça um pesquisa no google “dalton gerth fisico USP”). Além disso, rotineiramente se gabava de suas incontáveis certificações Microsoft (eu e meus colegas temos provas que são todas fraudadas).
    Porém, recentemente, já formado, obtive a informação de que o Sr DALTON JOSÉ GERTH NÃO POSSUI DIPLOMA ALGUM, EM NENHUMA ÁREA (o senhor acredita que o homem mais certificado do mundo não tem curso superior?????????? Dalton Gerth é uma fraude completa! ADULTEROU DOCUMENTO PÚBLICO PARA SE PASSAR POR FÍSICO. O Centro Universitário Anhanguera confirmou que também havia obtido tal informação, e que portanto todos os alunos que cursaram disciplinas com Dalton deverão refazê-las, pois SEUS DIPLOMAS SÃO NULOS, uma vez que nossas aulas com o Prof. MSc. Dalton Gerth, que não existe, não serão validadas, portanto, não estamos formados!!!!!! Tem idéia do que esse delinquente fez com nossas vidas??????
    Somos um grupo de aproximadamente 200 (DUZENTOS) ALUNOS REVOLTADOS! É UMA AFRONTA ÀS PESSOAS QUE BATALHARAM POR SEUS DIPLOMAS E TÍTULOS O QUE DALTON VEM FAZENDO, LUCRANDO COM BASE EM MENTIRAS E FRAUDES, ELE É UM ESTELIONATÁRIO!!!!!

     
    • Blogando Microsoft

      08/04/2012 at 19:29

      Prezado Aluno

      Irei verificar a procedência do assunto e ser for verdade irei postar um artigo completo sobre o respectivo assunto!

      Abraços

       
  2. tiago

    30/05/2012 at 10:21

    Pela foto que vi, me parece que esse Dalton é porra nenhuma, e me parece que as acusações do ex aluno são verídicas. Se esse fosse fodão em certificações com certeza não seria microsoft, terias alem das ipls linux teria sertificações solaris e Bsd da universidade de Berkley. Esse é um fanfarrão

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: