RSS

16 perguntas sobre Sistemas Operacionais

17 dez

Sistemas Operacionais

O Mac é caro. O Windows trava demais. Instalar o Linux é difícil.
Confira o que é realidade e o que é lenda em relação aos três Sistemas Operacionais.

1 – O melhor Windows ainda é o XP

MITO

Em comparação com o Windows 7, o XP tem melhor compatibilidade com programas e equipamentos antigos, e é mais veloz em máquinas com menos de 2 GB de memória.
Mas as vantagens terminam aí. Testes mostraram que, num micro com pelo menos 2 GB de memória, não há grande diferença de desempenho entre esses dois sistemas. Numa máquina com 4 GB, o Windows 7 é, quase sempre, mais rápido. E o Windows 7 tem interface gráfica mais prática, um veloz mecanismo de busca e recursos melhores para a organização de documentos.

2 – Para usar o Linux é preciso ser programador

MITO

O fato de o código-fonte do Linux estar disponível para quem quiser editá-lo parece ser a origem desse mito. Mas pouquíssimos usuários do Linux mexem no código-fonte. Também não é obrigatório saber usar os comandos textuais do sistema, embora isso possa ser útil em algumas situações. Nas distribuições voltadas para computadores pessoais, como o Ubuntu, todas as configurações básicas podem ser feitas com cliques de mouse. No entanto, se o usuário estiver tentando fazer algum ajuste complexo ou resolver um problema mais sério, ele pode ter de editar manualmente os arquivos de configuração.

3 – Não vou poder conectar o Mac à minha rede de PCs

MITO

Nada impede que você conecte máquinas com Windows, Mac e Linux na mesma rede.
Desde a metade dos anos 90, a adoção dos protocolos TCP/IP eliminou a maioria das restrições de conectividade. No caso do Windows e do Mac, embora haja diferenças entre alguns protocolos, por exemplo, de descoberta de rede (UPnP e Bonjour, respectivamente), trocar arquivos entre os computadores, em geral, é algo trivial. Mas as senhas de compartilhamento do Windows 7 podem dificultar esse trabalho.

4 – O Linux é difícil de instalar

MITO

A instalação do Linux não é muito diferente da do Windows. E, se alguém quiser apenas experimentar o sistema, ainda tem a opção de usar um CD do tipo “live”, que permite rodá-lo sem fazer a instalação.

5 – O Mac é caro

VERDADE

Na média, os micros da Apple são mesmo mais caros que os concorrentes. No Brasil, a diferença é maior que em outros países e chega a ser gritante em alguns casos.

6 – O Windows trava demais

MITO

O Windows 98 e seus antecessores ficaram conhecidos por travar de repente e exibir uma enigmática tela azul ao usuário. A única coisa a fazer nessas situações era reiniciar o micro.
No desktop, pelo menos desde o XP, o problema da instabilidade crônica pode ser considerado resolvido. No Windows 7, em geral, se um aplicativo apresenta problemas, ele é encerrado sem afetar os demais. Mac OS e Linux também são bastante estáveis, embora possam travar em algumas raras situações, como o Windows.

7 – O Mac tem menos falhas que o PC

VERDADE

A Apple tem controle total sobre o Mac hardware e software. No caso dos PCs, esse controle está dividido entre o desenvolvedor do sistema operacional, o fabricante do hardware e os produtores de aplicativos. Isso aumenta as chances de aparecerem incompatibilidades. Por isso, o Mac é considerado mais estável que a média dos PCs. Mas tanto o Windows 7 como as versões mais recentes do Linux têm se mostrado muito robustos. Neles, as chances de um aplicativo malcomportado causar problemas são remotas. Por isso, a vantagem da Apple já não é tão nítida como era anos atrás.

8 – Configurar periféricos no Linux é um sofrimento

DEPENDE

No caso de dispositivos mais comuns, não há dificuldade. As principais distribuições do Linux trazem suporte nativo para uma longa lista de hardware. Se uma impressora, por exemplo, estiver na relação de modelos compatíveis, basta conectar o cabo USB, e, em alguns casos, acionar um utilitário de configuração. Mas a instalação se complica quando o sistema operacional não tem suporte nativo para o dispositivo. Poucos fabricantes fornecem um CD com drivers para Linux. Assim, cabe ao usuário encontrar um programa controlador adequado ou configurar o sistema para usar um driver genérico. E, sim, dispositivos muito novos ou incomuns podem não funcionar corretamente com Linux.

9 – Posso instalar Windows e Linux num Mac

VERDADE

Há duas maneiras de fazer isso. A primeira é instalar o Windows ou o Linux numa partição de disco diferente daquela onde está o Mac OS. Isso é feito por meio do programa Boot Camp, da Apple, que é fornecido junto com os computadores da empresa e também está disponível para download . Ao ligar o micro, o usuário escolhe qual sistema operacional quer carregar.
O Linux não é oficialmente suportado pelo Boot Camp. Mas muitos usuários têm instalado esse sistema com sucesso no Mac. A outra opção é empregar um virtualizador como o Parallels, produzido pela empresa de mesmo nome, ou o gratuito VirtualBox, da Oracle. Esses programas permitem criar uma máquina virtual onde o usuário poderá instalar o Windows ou o Linux.
Nesse caso, o segundo sistema vai rodar junto com o Mac OS numa janela.

10- Mac e Linux são mais seguros que o Windows

VERDADE

Não há nenhuma mágica no Mac e no Linux que os torne invulneráveis. Mesmo assim, os usuários desses sistemas correm menos riscos que os de Windows. O principal motivo para isso está na base instalada dessas plataformas. O Mac tem apenas 5% do mercado mundial, e o Linux, 1%.
Os PCs com Windows, que correspondem a 91% do mercado, são um alvo muito mais atraente para os malfeitores. Eles buscam atingir o maior número possível de vítimas com o mínimo de esforço. Mas é bom lembrar que há ameaças que não dependem do sistema operacional.
É o caso, por exemplo, dos sites falsos que coletam senhas e informações pessoais na web.

11 – É difícil encontrar um técnico para resolver algum problema no Linux

MITO

Nas principais cidades, já há muitos profissionais capacitados em Linux. E eles podem prestar suporte a distância para usuários que vivem em localidades menores. Isso sem contar que é fácil conseguir ajuda nos fóruns especializados.

12 – Faltam aplicativos para Mac e Linux

DEPENDE

O Mac conta com programas de ótima qualidade tanto para tarefas básicas como para algumas áreas profissionais específicas, como design e edição de áudio e vídeo. Mas em áreas como gestão, engenharia e finanças eles são muito menos abundantes. Além disso, muitos dos aplicativos gerenciais para Mac não são adequados à legislação fiscal brasileira. No caso do Linux, a lista de programas é longa, com o óbvio atrativo de que quase todos são gratuitos. O usuário que realiza apenas tarefas básicas como navegar na web, escrever textos e fazer cálculos simples numa planilha estará muito bem atendido. Já em aplicações profissionais específicas, a situação não é tão simples. Macros do Excel, por exemplo, não rodam no Linux. E, apesar de muitos pinguinistas dizerem o contrário, os programas que editam som e imagem no Linux têm, em geral, menos recursos e interface mais tortuosa que os títulos comerciais para Windows correspondentes.
Outra área em que Mac e Linux levam desvantagem é a de títulos de games.
Deixando de lado os consoles, o Windows continua sendo a melhor plataforma para os jogos.

13 – O Mac é incompatível com Blu-ray

DEPENDE

A Apple ainda não inclui leitores de Blu-ray no Mac. Isso parece ser pura teimosia de Steve Jobs, já que não há justificativa técnica para a omissão. Mas existem drives externos de Blu-ray que funcionam no Mac.

14 – O Windows 7 de 64 bits é mais rápido que o de 32 bits

VERDADE

A diferença de velocidade é desprezível no caso de tarefas simples, como navegação na web ou digitação de textos. Mas é muito nítida quando se roda algum aplicativo pesado, como o Photoshop ou uma macro complexa no Excel.

15 – O Office para Mac é igual à versão para Windows

MITO

De cara, a primeira diferença é que o Office para Mac não está disponível em português.
Além disso, uma limitação importante é que a versão 2008 para Mac OS não roda macros em VBA. Esse recurso, que já existiu no Office 2004, deve voltar a estar presente na versão 2011 do programa, segundo a Microsoft.

16 – O Brasil não é prioritário para a Apple

VERDADE

Muitos produtos com o logotipo da maçã demoram para chegar ao Brasil. A prioridade é sempre atender Estados Unidos, Europa e Japão. Além disso, a empresa não vende o Mac com teclado brasileiro. Outros fabricantes oferecem teclas com acentos e cedilha mesmo em modelos importados. A própria Apple tem teclados específicos para outros países mas não para o Brasil.
E alguém arrisca um palpite de quando teremos uma Apple Store de verdade por aqui?

Gostou? Comenta ae!

Fabio dos Santos Oliveira
Líder dos Grupos MSInfraES e InfraBrasil
Moderador dos Fóruns Microsoft ( MSDN e Technet )
Colunista dos Blogs ( WinBrasil, Profissionais TI e TI Especialistas )

Anúncios
 
 

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: